quarta-feira, 18 de março de 2009

Paramaral

Ah, meu amor,
Você é meu sonho distante
E minha insonia presente.
Meus olhos brilham pela
Lembrança que é tua
E meu sorriso sorri
Pela presença que vem de ti.
Nada mais,
Senão,
Saudade.
Para cada noite de embriagues
uma nova poesia.
Não mude,
Apenas se incomode.
És os versos madrigais
Sobre minha saudade diurna...

Um comentário:

joh disse...

qndo eu te encontrar, meu coração vai estar em casa. e eu vou me sentir a vontade em seus cômodos.